Ficção

Contos e Crônicas

Janeiro

-por Matheus Bensabat

“Os diuréticos e o anticoagulante mantinham-no estável, mas comprometiam, silenciosamente, o fígado e os rins, de modo que comia tão somente um pedaço de pão pela manhã com uma fina camada de manteiga. Desde a infância, umedecia-o numa caneca com café com leite.”

Leia mais »
Contos e Crônicas

Paralelos de Sofia – por Andre Klojda

“Não a amo. Nunca a amei, durante todo esse tempo, e estou convicto de que não posso amá-la, sob qualquer condição que seja. Não é essa a relação que estamos destinados a manter. Somos, os dois, presa e predador um do outro; talvez por isso eu enxergue tão nitidamente, indissociáveis, sua ferocidade e sua doçura.”

Leia mais »
Contos e Crônicas

Pataca

-por Igor Sales

Pataca conheceu o mundo, visitou os grandes museus e sempre dizia para Adriana: isso é bonito, não? E ela sempre respondia da mesma forma: é bonito, mas o que nos diz? Onde está a crítica? Mister Pataca, você é a voz do nosso tempo, não se esqueça.

Leia mais »
Contos e Crônicas

O Pedinte

Tão logo o vi, desviei o olhar. Ergui o pulso, fingi conferir as horas. Até acelerei o passo, para transparecer ar de pressa, tamanha a ponto de me tirar a atenção do mais ao redor. Fiz que passei despercebido, sem notá-lo sentado ao chão, a mão erguida. Sem ouvir-lhe o rogo por esmolas, “– dez centavos, senhor”.

Leia mais »
Contos e Crônicas

A Arte da Guerra

– por David Carvalho

“”Acreditávamos no poder diante do qual toda arte de guerra desembainhada murchava e se tornava obsoleta em dois tempos e a não ser que fossem fuzis, trinta e oitos ou facas não havia uma só arma que fosse mais mortal que o jiu-jitsu na pungência do ataque e ao mesmo tempo não havia outra mais sutil em eficácia mecânica, o que fazia dele o perfeito jugo e de seu praticante um tipo samurai com as orelhas em couve-flor.”

Leia mais »